AÇÃO INTEGRADA ENTRE DIVERSOS ÓRGÃOS FISCALIZA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS EM ARACAJU

A operação teve o intuito de fiscalizar a quantidade, qualidade e precificação dos combustíveis na capital

Foi deflagrada uma operação de fiscalização em postos de combustíveis de Aracaju. A ação integrada entre a Polícia Civil, Polícia Científica, Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), Agência Nacional de Petróleo (ANP), Procon/SE e Ministério Público ocorreu na manhã dessa terça-feira, 3.

Segundo Augusto Reis, especialista da ANP, a operação é mais uma força tarefa de fiscalização dos postos de combustíveis. “Cada órgão enfatizando o seu segmento, e a ANP focada na qualidade dos combustíveis”, destacou.


Augusto Reis acrescentou que foi encontrado vazamento em uma bomba de diesel e bomba alta, em que mais combustível estaria sendo entregue ao consumidor. “Mas mesmo assim, por questões competitivas, o posto recebe notificação para adequação”, citou.

O delegado André Baronto reforçou a integração entre as instituições na operação. “A Polícia Civil participa na questão de segurança e se houver detecção de fraudes, instauramos inquérito policial para verificar irregularidades”, mencionou.


De acordo com a promotora Euza Missano, a operação é um desmembramento da ação que ocorreu no primeiro semestre. “A importância dessa operação é garantir a qualidade do combustível, além de volumetria e precificação”, reforçou.

O perito criminal Nailson Correia ressaltou que a presença da Polícia Científica visou facilitar e agilizar as análises feitas nos postos. “Analisamos amostras de quatro postos e algumas estão no limite de detecção, como a análise é preliminar, as amostras serão encaminhadas a laboratório para utilizar técnicas mais robustas”, revelou.

A diretora do Procon/SE, Raquel Martins, concluiu reforçando o objetivo de garantir que os direitos dos consumidores estão sendo assegurados. “São todas as normas que o Procon/Se junto com os órgãos de defesa do consumidor estão fiscalizando nesse momento. Tivemos duas bombas lacradas, e as fiscalizações devem perdurar por mais alguns dias”, finalizou.

Fonte: SSP/SE

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta