BRENO GARIBALDE: “PRECISAMOS REVER A POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA EM ARACAJU”

Na sessão plenária desta terça-feira, 22, o vereador Breno Garibalde trouxe mais uma vez o alerta sobre os acidentes com ciclistas na capital sergipana, citando o atropelamento de mais uma pessoa. O fato ocorreu na avenida Hermes Fontes.
“Hoje aconteceu mais um acidente com ciclista em Aracaju. O que está acontecendo com a nossa cidade? É ciclista todo dia sendo atropelado em Aracaju. Até quando a gente vai ficar vendo isso acontecer e não fazer nada? Precisamos entender sobre a importância da mobilidade ativa. Pedestres e ciclistas precisam ser prioridade, e eles não são vistos dessa forma em Aracaju”, declara Breno.
Para o parlamentar, os corredores de ônibus vêm com uma grande vantagem, visto que dá mais rapidez e facilita o deslocamento da população que reside em áreas mais afastadas da cidade e anda de ônibus. Mas, ainda é preciso fazer mais pela mobilidade urbana de Aracaju. “É a terceira vez nesse mês que eu subo na tribuna para falar de acidente com ciclista em Aracaju. Sabemos dos esforços da SMTT para educar o trânsito na Hermes Fontes, mas não pode continuar do jeito que está. Mobilidade só funciona quando todos os modais estão integrados”, disse o vereador.
Ainda segundo Breno, a população precisa ser incentivada a usar a bicicleta como transporte. “As pessoas não podem ficar com medo de andar de bicicleta na nossa cidade, saírem sem saber se vão voltar. É necessário refletir sobre o modelo de cidade que queremos para viver. Por isso, deixo mais uma vez o apelo para que tenhamos educação no trânsito com os ciclistas, com os pedestres. Precisamos rever a nossa política de mobilidade urbana em Aracaju”, pontua.
Audiência Pública
Em sua fala, o parlamentar destacou ainda a audiência pública que será realizada na sede da Justiça Federal, na sexta-feira, 25, que vai tratar sobre a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Aracaju (PDDU). “Essa audiência foi convocada pela juíza federal Thelma Maria, por uma reivindicação dos movimentos sociais que pausou a revisão do PDDU. Então é muito importante que a população aracajuana participe para ouvir o que a juíza tem a falar sobre o processo e que a comunidade possa se posicionar. Queremos que a minuta chegue à Câmara, já que é nosso poder legislar sobre isso”, pontua.
O parlamentar relembra que quando o Plano Diretor de Aracaju foi pensado, a cidade tinha 400 mil habitantes. Hoje, a capital sergipana tem 600 mil habitantes. “A cidade está sendo construída e pensada da mesma forma desde 2000, não faz sentido. Bairros como Jabotiana e a área da Zona de Expansão são regiões que sofrem muito com os impactos causados pela falta dessa revisão. Mas, estou confiante que essa revisão vai sair, tenho sempre conversado com o presidente Ricardo Vasconcelos sobre isso e espero que esse plano chegue para que a gente possa resolver isso ainda esse ano”, finaliza Breno Garibalde.

 

 

Por: Assessoria

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta