Butantan e Saúde firmam acordo para construição de fábricas de vacinas de mRNA

O Instituto Butantan e o Ministério da Saúde fecharam parceria milionária com objetivo de impulsionar a produção de imunobiológicos no Brasil. O acordo prevê investimento de R$ 386 milhões para construção de fábricas de vacinas de RNA mensageiro (mRNA) e finalização da planta de produção de soros liofilizados.

Segundo a Folha de S.Paulo, dentro do Centro de Produção Multipropósito de Vacinas (CPMV), localizado na sede do Butantan, em São Paulo (SP), será instalada fábrica de imunizantes de mRNA. Para isso, será necessário investimento de R$ 72 milhões. A expectativa é que essa nova fábrica possa produzir grande volume de vacinas para a população brasileira.

Leia mais:

Além da fábrica de imunizantes de mRNA, também serão investidos R$ 222 milhões na planta de processamento de soros liofilizados. A liofilização do soro é processo que permite sua conservação em temperatura ambiente, o que facilita o transporte e utilização em regiões de difícil acesso, como a Amazônia.

Com a ampliação da capacidade de produção para 1,2 milhão de frascos por ano, o Butantan poderá atender regiões indígenas e ribeirinhas que necessitam desses soros para o combate de acidentes ofídicos.

Investimentos e parcerias

  • Os investimentos necessários para a implantação das fábricas serão financiados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Já o Ministério da Saúde concederá verbas para a compra de equipamentos da fábrica de soros liofilizados;
  • A parceria entre o Instituto Butantan e o Ministério da Saúde representa marco importante para a produção de imunobiológicos no Brasil;
  • Com o uso da tecnologia avançada de RNA mensageiro, as vacinas de mRNA são consideradas uma das mais eficazes e promissoras do mundo;
  • Além disso, a ampliação da capacidade de produção de soros liofilizados permitirá que regiões de difícil acesso sejam atendidas de forma mais eficiente.

O investimento total de R$ 386 milhões foi viabilizado graças a parcerias público-privadas (PPP) e financiamentos de órgãos governamentais. O início das obras está previsto para o primeiro semestre do próximo ano e, com isso, o Brasil avançará em sua busca por autonomia e excelência na área da saúde.

Vacinas de mRNA

As vacinas de RNA mensageiro são avanço tecnológico e foram licenciadas pela primeira vez durante a pandemia de Covid-19. Pfizer e Moderna foram as primeiras empresas a utilizarem essa tecnologia, que utiliza parte do código genético do vírus para ensinar o sistema imunológico a produzir anticorpos contra a infecção. Agora, o Instituto Butantan será capaz de produzir suas próprias vacinas de mRNA e aumentar a autonomia do País nesse quesito.

O post Butantan e Saúde firmam acordo para construição de fábricas de vacinas de mRNA apareceu primeiro em Olhar Digital.

admin

admin

Deixe uma resposta