CASO MORAES: PF PEDE SIGILO SOBRE IMAGENS DO AEROPORTO DE ROMA

A Polícia Federal (PF) pediu sigilo sobre as imagens de segurança do Aeroporto Internacional de Roma como parte de uma investigação sobre um suposto ataque a Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), e sua família. Ainda não foi solicitado acesso direto às imagens, processo que ocorre via cooperação internacional, conforme informações do jornal Folha de S.Paulo.

Os acusados, entre eles o empresário Roberto Mantovani Filho, negam a autoria inicial do incidente. Mantovani afirmou que foram envolvidos posteriormente no conflito. O corretor de imóveis Alex Zanatta Brignotto, também acusado, depôs à PF por duas horas, negando ter ofendido Moraes. Mantovani e sua esposa, Andreia Munarão, também foram ouvidos nesta terça-feira (18).

Moraes apresentou queixa à PF, descrevendo que estava na área de embarque do aeroporto quando foi insultado como “bandido, comunista e comprado”. Seu filho, Alexandre Barci de Moraes, teria sido empurrado e sofrido um “tapa em seus óculos” por Roberto. Enquanto isso, Zanatta e Andreia supostamente proferiram ofensas na sala VIP do aeroporto.

Diante dos eventos, o procurador-geral da República, Augusto Aras, instruiu o Ministério Público Federal (MPF) a tomar as medidas cabíveis.

Fonte: Hora Brasília

admin

admin

Deixe uma resposta