CORPO DE BOMBEIROS ORIENTA POPULAÇÃO SOBRE QUEIMADURAS

Corporação orienta que não sejam colocados materiais sobre a pele queimada, pois pode ocasionar ainda mais dor à pessoa ferida

O período junino é marcado pelas cores dos fogos e pela chama da fogueira. Porém, como os nomes já indicam, esse material depende do fogo para ser acionado, o que pode ocasionar riscos à saúde. Dentre os principais riscos, está o de queimaduras. Por isso, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) reuniu orientações sobre como as pessoas devem agir diante de queimaduras na pele neste período junino.

Em caso de queimadura, a primeira medida a ser adotada é tentar remover o agente causador, ou seja, o material que está em combustão, conforme alertou o sargento Edmilson Leite, do Corpo de Bombeiros. “Fazendo essa remoção e apagando as chamas, caso a vestimenta esteja colada à pele, não deve ser removida. No hospital será feita a remoção”, informou.

Se a queimadura for menor do que a proporção de um braço, é possível fazer o resfriamento do local. “Ou seja, se a queimadura for menor que 10% do corpo, a pessoa pode resfriar o local, colocando embaixo de uma torneira ou chuveiro, em água corrente, por uns dez minutos. Isso vai aliviar a dor da vítima. O ideal é que se converse com a vítima para tranquilizá-la”, orientou o sargento.

Ainda no caso de queimadura, de acordo com o integrante do Corpo de Bombeiros, não se deve colocar nenhum material sobre a pelo. “As pessoas têm costume de colocar manteiga, café, pomadas, creme dental, mas não se deve colocar porque, levando ao hospital, tudo isso vai ser removido, ocasionando mais dor. Então, a recomendação é deixar em água corrente e cobrir o local com pano úmido e limpo”, acrescentou.

Já nos casos que envolvem queimaduras em áreas maiores que 10% do corpo, não há recomendação de lavar em água corrente, segundo o sargento. “Porque podemos baixar muito rapidamente a temperatura corporal da vítima, ocasionando o choque térmico que pode levar até à morte. As queimaduras no rosto precisam ser conduzidas de imediato para o hospital pois podem fechar a glote e levar à parada cardiorrespiratória”, evidenciou.

Em casos de urgência, o Corpo de Bombeiros pode ser acionado pelo telefone 193. O acionamento também pode ser feito mediante chamado ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp – 190). As equipes da corporação estão estrategicamente distribuídas pelo território sergipano para o rápido atendimento às ocorrências durante as festividades juninas.

 

Fonte: SSP/SE

admin

admin

Deixe uma resposta