DIA DO ASSISTENTE SOCIAL: CARMINHA PAIVA FALA SOBRE A IMPORTÂNCIA DESSES PROFISSIONAIS E OS DESAFIOS DA CATEGORIA

O Dia do Assistente Social no Brasil é comemorado em 15 de maio, em homenagem à aprovação da Lei de Regulamentação da Profissão em 1962. Esta data é uma oportunidade para se reconhecer a importância deste profissional na sociedade, que tem como principal objetivo promover a igualdade social e a garantia de direitos às pessoas.

Assistente social de formação, com experiência de atuação na área desde quando trabalhou em uma clínica de hemodiálise, a deputada estadual Carminha Paiva (Republicanos) destaca a importância dos profissionais em diferentes áreas da sociedade. “O assistente social atua em diversos setores, desde o governo, passando por empresas privadas, organizações não-governamentais e instituições de ensino, saúde e segurança social. O trabalho da nossa categoria envolve a promoção, proteção e defesa dos direitos humanos, a luta contra a exclusão social e a promoção da igualdade de oportunidades para que todos possam ter uma vida digna”, pontuou.

Recentemente, Carminha esteve ao lado da sua categoria propondo o diálogo com o governo do Estado na discussão do projeto de lei 111/2023, que instituiu o programa “Acolher” na rede estadual de educação. Na oportunidade, a parlamentar atendeu uma solicitação do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) para participar das discussões do projeto. “Tenho colocado meu mandato à disposição dos meus colegas de categoria, porque sei da importância de termos um assistente social ocupando uma cadeira na Alese para lutar pelas nossas pautas, e por isso estou disponível para somar”, enfatizou.

Quando esteve como secretária da Assistência Social (SMAS) em Nossa Senhora do Socorro, Carminha lutou pela valorização dos servidores, criou a lei do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) e se destacou por toda atuação na garantia de direitos das pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Sobre a data, a deputada ressaltou que é mais uma oportunidade de lutar por valorização, respeito e ampliação de vagas no mercado de trabalho. “Como assistente social de formação e com atuação na área, quero nesta data falar sobre a importância de valorizar o papel dos assistentes sociais na busca por uma sociedade mais justa e igualitária, bem como reconhecer a essencialidade do trabalho que desempenhamos no combate às desigualdades sociais e na promoção da cidadania. Somos protagonistas na luta pela consolidação dos direitos e da construção de uma nova sociedade para todos”, afirmou.

A deputada conclui dizendo que: “Somos facilitadores de direitos e a nobreza de nosso ato profissional está em acolher aquela pessoa por inteiro, em conhecer a sua história, em saber como chegou a esta situação e como é possível construir com ela formas de superação deste quadro. Se reduzirmos a nossa prática a uma questão somente urgente, retiramos dela toda a sua grandeza, pois os deixam de considerar, neste sujeito, a sua dignidade humana”.

Foto: Jairo Dantas 

Ana Guimarães
Jornalista, radialista e assessora parlamentar
Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta