EDUARDO LIMA EXTERNA PREOCUPAÇÃO COM A POBREZA QUE ATINGE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SE

Setenta e sete por cento do público infantojuvenil vive na pobreza, segundo a Unicef

O vereador Eduardo Lima (Republicanos) usou o Pequeno Expediente, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na manhã desta quarta-feira, dia 18, para externar preocupação com a pobreza que atinge 77% das crianças e adolescentes em Sergipe, segundo dados da Unicef.

“Na semana da criança a Unicef trouxe essa pesquisa sobre algo que estamos falando há muito tempo. Essa pobreza é multifatorial, como  psicológica, em que as crianças ficam expostas a abusadores, a pobreza financeira, e a mais grave de todas, que é a pobreza de oferta de vagas para as 1800 crianças que estão fora das creches aqui em Aracaju”, disse Eduardo Lima.

Ao se referir a falta de vagas nas escolas públicas de Aracaju, Eduardo Lima lembrou do Projeto de Lei 40/2023, de sua autoria, que torna a Prefeitura de Aracaju responsável a oferecer, na rede particular, educação infantil na idade adequada quando faltar vagas na rede pública.

“A pobreza na infância e adolescência vai além da renda e precisa ser usada em suas múltiplas dimensões, como estar fora da escola e sem aprender, ou viver em situação precária e não ter acesso à renda, água, saneamento, ou ter alimentação adequada ou acesso à informação, essas são as privações que fazem as crianças e adolescentes viverem na pobreza multidimensional”, explicou Eduardo Lima, ao parafrasear o especialista de políticas especiais da Unicef, Santiago Varella.

Por: Assessoria

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta