FLUMINENSE CONQUISTA LIBERTADORES 2023

John Kennedy é o destaque na vitória sobre o Boca Juniors

Neste sábado (4), o Maracanã viu uma final emocionante, com o Fluminense sagrando-se campeão da Libertadores da América 2023 ao derrotar o Boca Juniors por 2 a 1 na prorrogação. A partida foi um espetáculo diante de uma multidão de torcedores ansiosos. Germán Cano abriu o placar no primeiro tempo, mas Advíncula igualou as coisas na etapa complementar. No tempo extra, o jovem John Kennedy, conhecido como talismã do treinador Fernando Diniz, foi o herói ao marcar um gol sensacional aos 9 minutos. No entanto, sua celebração efusiva lhe rendeu o segundo cartão amarelo, resultando em sua expulsão. Pouco tempo depois, Fabra do Boca Juniors também foi expulso por agressão a Nino. O Fluminense suportou a pressão dos Xeneizes e comemorou a vitória, conquistando o principal torneio da América do Sul pela primeira vez.

Com esse triunfo, o Fluminense entra para o grupo de campeões da Libertadores, enquanto o Boca Juniors, hexacampeão da competição, perde a oportunidade de igualar o Independiente como maior vencedor.

O primeiro tempo da partida foi relativamente morno, com o Fluminense enfrentando dificuldades para penetrar na defesa adversária. O Boca Juniors, por sua vez, teve apenas uma chance de destaque com Merentiel, que foi parado pelo goleiro Fábio. Apesar disso, Germán Cano brilhou novamente na Libertadores, marcando o primeiro gol aos 35 minutos após um passe de Keno.

A segunda etapa foi mais movimentada, com o Boca Juniors adotando uma postura ofensiva. As duas equipes criaram oportunidades, e Advíncula marcou o empate aos 27 minutos, mudando o panorama do jogo. O empate levou a partida para a prorrogação.

Na prorrogação, o Fluminense assumiu a iniciativa e John Kennedy marcou um gol impressionante aos 9 minutos, após assistência de Keno. No entanto, sua celebração exaltada resultou em sua expulsão. Pouco depois, Fabra, do Boca Juniors, também recebeu um cartão vermelho por agressão a Nino. No segundo tempo da prorrogação, o Boca Juniors tentou igualar o placar, mas não conseguiu superar a defesa do Fluminense. No fim, Guga do Boca Juniors acertou a trave, perdendo a chance de marcar o terceiro gol. No entanto, o Fluminense assegurou o título com determinação e paixão.

Fonte: Hora Brasília

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta