FUTEBOL: NEYMAR JR BATE RECORDE EM SHOW DA SELEÇÃO NO MANGUEIRÃO

Brasil goleou Bolívia por 5 a 1 em sua estreia nas Eliminatórias do Mundial de 2026

Numa noite memorável para o futebol brasileiro, o atacante Neymar se tornou o maior artilheiro da história do Brasil em jogos contra seleções ao marcar duas vezes na goleada do time canarinho sobre a Bolívia por 5 a 1, na noite dessa sexta-feira (8), no Mangueirão, em Belém (PA). Ele chegou a 79 gols. Foi a estreia da Seleção nas Eliminatórias do Mundial de 2026.

Em reconhecimento à façanha do craque, a CBF o homenageou com uma placa. Neymar, que dividia a marca com Pelé, ambos com 77 gols, ganhou também o carinho dos torcedores que lotaram o Mangueirão. Eles o incentivaram o tempo todo, mesmo depois que o atacante perdeu um pênalti, defendido por Viscarra, quando o placar ainda era de 0 a 0.

Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 1 no Mangueirão, em Belém
Torcida brasileira fez linda festa no Estádio Mangueirão, em Belém
Créditos: Vitor Silva/CBF

A vitória particular de Neymar foi parte do show que a Seleção ofereceu à torcida e, justiça seja feita, que a torcida ofereceu à Seleção. Com um futebol vibrante, com muita movimentação, inversões, variações, num ritmo intenso, o time construiu a goleada com autoridade e talento. Para delírio de mais de 43 mil pessoas presentes ao Mangueirão.

A estreia do técnico Fernando Diniz, portanto, não poderia ter sido melhor. A Seleção chegou ao primeiro gol aos 23 minutos da etapa inicial. Rodrygo foi quem deu o chute derradeiro, após uma trama muito bem feita entre Danilo e Raphinha pela direita, num lance que ainda teve nova intervenção do goleiro Viscarra.

Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 1 no Mangueirão, em Belém
Rodrygo abriu o placar para o Brasil
Créditos: Vitor Silva/CBF

Não seria surpresa se o resultado já tivesse sido elástico no primeiro tempo, tal o volume de jogo da Seleção. O próprio Neymar, por pouco, não fez um golaço, quando driblou quatro adversários e concluiu para outra defesa de Viscarra.

No segundo tempo, a goleada se materializou com rapidez. Logo no primeiro minuto, Raphinha fez 2 a 0, aproveitando passe preciso de Neymar. Aos 7 minutos, Bruno Guimarães deixou Rodrygo diante do goleiro e o atacante do Real Madrid marcou o terceiro gol.

Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 1 no Mangueirão, em BelémRaphinha ampliou o marcador para o Brasil
Créditos: Vitor Silva/CBF

Finalmente, aos 16 minutos, surgiu o gol histórico de Neymar, o 78º em jogos contra seleções nacionais. Ele deu o último toque na bola depois de uma sequência de troca de passes envolvendo quase todo o time brasileiro. Na comemoração, deu um soco no ar, uma deferência a Pelé.

Com o gol, Neymar emocionou muita gente no Mangueirão. Era visível o choro de vários torcedores que ocupavam cadeiras e arquibancadas, num sinal de gratidão ao futebol, à Seleção Brasileira e ao craque da camisa 10.

Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 1 no Mangueirão, em Belém
Neymar se emocionou com seu feito pela Seleção Brasileira
Créditos: Vitor Silva/CBF

A Bolívia descontaria aos 32, num bonito chute de Ábrego. Mas o espetáculo ainda reservaria uma nova explosão de alegria da apaixonada torcida paraense. E, claro, o protagonista seria Neymar, que concluiu com perfeição passe açucarado de Raphinha já nos acréscimos (aos 47).

A Seleção Brasileira estreou nas Eliminatórias com a seguinte formação: Ederson; Danilo, Marquinhos, Gabriel Magalhães (Ibañez) e Renan Lodi (Caio Henrique); Casemiro, Bruno Guimarães (Joelinton) e Neymar; Raphinha, Richarlison (Matheus Cunha) e Rodrygo (Gabriel Jesus).

A Seleção volta a jogar pelas Eliminatórias na terça-feira (12), às 23 horas (horário de Brasília), contra o Peru, em Lima.

Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 1 no Mangueirão, em Belém
Seleção Brasileira goleou a Bolívia por 5 a 1 no Mangueirão, em Belém
Créditos: Vitor Silva/CBF

Fonte: CBF

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta