GEORGEO ALERTA: “4 MIL FUNCIONÁRIOS DA FUNDAÇÃO HOSPITALAR DE SAÚDE PODEM PERDER O EMPREGO”

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) está preocupado com a situação dos funcionários celetistas da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). Nesta quarta-feira, 7, o parlamentar usou o grande expediente para fazer um alerta: cerca de 4 mil trabalhadores podem perder seus empregos.

Isso porque o Ministério Público Federal ingressou com uma ação há quase 10 anos pedindo a extinção total da Fundação. A intenção é de que todo o trabalho promovido pela entidade seja migrado para a Secretaria de Estado da Saúde.

Acordos feitos pelo Governo mantiveram a FHS de pé. Contudo, como as obrigações não estão sendo cumpridas, a Fundação pode ser extinta desta vez. “O Estado faz acordos e não os honra. Parece que não se importam que a Justiça Federal tome uma atitude”, comentou Georgeo.

“Os funcionários celetistas estão apreensivos diante desta situação. Ninguém sabe o que essa ação pode gerar, porém são cerca de 4 mil trabalhadores que podem perder seus empregos por causa da negligência dos Governos dos últimos anos”, completou o deputado.

Em 2018, a Assembleia Legislativa votou e aprovou a Lei 8.470/2018 determinando que, em caso de extinção da Fundação, fiquem garantidos aos profissionais celetistas todos os direitos. Georgeo solicitou que a Alese se atente a essa questão mais uma vez e possa buscar uma solução junto ao Governo.

“Não podemos virar as costas para essas pessoas – pais e mães de família que podem perder o seu sustento. Profissionais que tanto se doaram, inclusive durante a pandemia, para salvar vidas. Eles precisam do nosso apoio”, finalizou Georgeo.

Por Assessoria

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta