Georgeo volta a cobrar votação de projeto em favor dos Cargos em Comissão

O deputado Georgeo Passos (Cidadania), falou na Sessão Plenária desta quinta-feira (21), sobre benefícios para os servidores comissionados da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese).

“Muitos projetos do Governo do Estado estão chegando a esta Casa Legislativa e eu tenho certeza mais uma vez que, quem vai ficar sacrificado com isso são os projetos dos deputados estaduais. Possivelmente só vai entrar na pauta reconhecimento de utilidade pública ou outras matérias dos deputados em caráter mais tranquilo porque vamos ter que nos dedicar aos projetos  do Poder Executivo, do Poder Judiciário e da Defensoria Pública”, ressalta.

Georgeo Passos acrescentou: “Com todo respeito aos servidores efetivos que merecem também ter a sua dignidade e o seu trabalho reconhecido por essa Casa, não podemos esquecer também dos nossos servidores comissionados. Tanto aqueles os que estão lotados nos gabinetes, mas em outras diretorias desse Poder e que infelizmente ainda não terão nada, nem sequer a recomposição da inflação, a exemplo dos servidores comissionados do Poder Judiciário e do Ministério Público, que já aprovamos. Amanhã vou me referir ao presidente Jeferson dizendo que a gente precisa também olhar pelos comissionados dessa Casa. Não vamos ter nada de auxílio-alimentação, não vai se ter nada de recomposição da inflação e ainda a questão do auxílio-saúde. A grande maioria dos comissionados da Assembleia a gente sabe que não chega a dois salários mínimos. Vamos continuar cobrando da Mesa Diretora”.

O parlamentar elencou os Projetos de Lei que serão votados, a exemplo do que dispõe sobre a reestruturação do Conselho Estadual de Educação e o que  altera a Lei da CNH Social, o que trata do processo administrativo fiscal, o que institui a política estadual sobre a mudança climática e o que trata da legislação de Defesa do Consumidor, projetos em benefício dos militares, entre outros.

Foto: Jadilson Simões/Alese

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta