GERAÇÃO DE EMPREGOS NO SETOR DE EVENTOS OSCILA E REFORÇA IMPORTÂNCIA DE SE MANTER CONQUISTAS DO PERSE

Apesar de apresentar uma evolução global do segmento, números do Radar Econômico da ABRAPE apontam um índice inferior na geração de empregos de algumas atividades do hub setorial no primeiro quadrimestre em comparação ao mesmo período do ano passado.

Manter as conquistas do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE), criado para proporcionar segurança e proteção ao segmento de cultura, turismo e entretenimento afetado pela pandemia do coronavírus (covid-19), é essencial para a geração de empregos e a movimentação da economia no país. Isso é o que atestam os números do Radar Econômico, levantamento realizado pela Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE, com base em dados do Ministério do Trabalho e Previdência e IBGE. Por mais que o segmento apresente crescimento global, ainda há uma oscilação nos índices de oportunidades de trabalho.

O core business do setor de eventos registrou o melhor quadrimestre dos últimos anos. Entre janeiro e abril, gerou 5.463 vagas de empregos, um crescimento de 1,1% sobre o mesmo período de 2022. Só no mês de abril foram geradas 2.073 vagas, representando 38% do resultado dos quatro primeiros meses do ano. Além disso, um resultado 4% acima do mesmo mês de 2022. A classificação abrange as áreas de organização de eventos, exceto culturais e esportivos; atividades artísticas, criativas e de espetáculos; atividades ligadas ao patrimônio cultural e ambiental; atividades de recreação e lazer; e produção e promoção de eventos esportivos.

No entanto, quando se considera o hub setorial, o Radar ABRAPE registra  70.443 novos postos de trabalho, nível inferior ao mesmo período de 2022 (86.483). Esta classificação abrange 52 atividades econômicas como  operadores turísticos, bares e restaurantes, serviços gerais, segurança privada, hospedagem etc, atividades que são diretamente impactadas pelas atividades de cultura e entretenimento.

Setor como infraestrutura para promoção de eventos e serviços gerais foram os nichos do hub setorial que tiveram resultados melhores no primeiro quadrimestre de 2023, em relação ao mesmo período de 2022. Por outro lado, outros segmentos, apesar de registrarem um acréscimo no número de empregos, apresentaram índices abaixo do primeiro quadrimestre de 2022. Hospedagem, bares e restaurantes, agências de viagem e operadores turísticos são exemplos de segmentos que ainda não recuperaram o nível de emprego anterior à pandemia.

Consumo Em abril, de acordo com o levantamento realizado pela ABRAPE, a estimativa de consumo no setor chegou a R$9.3 bilhões, seguindo a trajetória de crescimento do segmento. Foi, também, o melhor quadrimestre dos últimos cinco anos, chegando a aproximadamente R$ 38 bilhões. “Tivemos recuperação de parte dos empregos perdidos em 2020 e 2021 e um impulso do consumo, reflexos diretos do PERSE. No entanto, esta oscilação é esperada, pois ainda viveremos os impactos da longa paralisação da pandemia por anos. Por isso é fundamental que se consolidem as conquistas do programa em todo o país!”, salienta  o empresário Doreni Caramori Júnior, presidente da ABRAPE.

O PERSE é o único programa do Governo Federal direcionado para um setor da economia criado durante a pandemia e que engloba um conjunto de cinco leis (14.046, 14.148, 14.161, 14.179 e 14.186). Abrangem cinco pontos importantes para o segmento: refinanciamento de dívidas, créditos para sobrevivência das empresas, desoneração fiscal, manutenção de empregos e condições de adiamento e cancelamento de atividades.

Veja a pesquisa na íntegra: Radar Econômico JUN 2023.pdf

Sobre a ABRAPE

Criada em 1992 com o propósito de promover o desenvolvimento e a valorização das empresas produtoras e promotoras de eventos culturais e de entretenimento no Brasil, a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE tem, atualmente, mais de 750 associados, sediados em todos os Estados da Federação, que são verdadeiros expoentes nacionais na oferta de empregos diretos e indiretos e na geração de renda, movimentando bilhões de reais anualmente. A entidade congrega as principais lideranças regionais e nacionais do segmento, tem no portfólio de associados empresas como a Live Nation, Opus Entretenimento, T4F e mega eventos, como o Festival de Verão de Salvador e a Festa do Peão de Boiadeiros de Barretos.

Assessoria de Imprensa – ABRAPE 

admin

admin

Deixe uma resposta