HOSPITAL DE CIRURGIA RECEBE VISITA DO PROCURADOR-CHEFE E PROMOTORES DO MPSE

Desde 2018, o HC está sob Intervenção Judicial a pedido do Ministério Público Estadual

 

Referência em atendimento de média e alta complexidade para a Rede Estadual de Saúde no Estado, o Hospital de Cirurgia (HC) recebeu na manhã desta segunda-feira, 31, a visita do procurador-chefe de Justiça do Ministério Público de Sergipe (MPSE), Manoel Cabral Machado Neto, acompanhado do diretor do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público, da Ordem Tributária e do Terceiro Setor, o promotor de justiça Ricardo Machado; do secretário-geral da instituição, o promotor Etélio de Carvalho; e do chefe de gabinete Procuradoria-Geral de Justiça, o promotor Nilzir Soares.

Recepcionados pelo Presidente do Conselho Deliberativo da Fundação de Beneficência Hospital de Cirurgia (FBHC), Dr. Luciano Passos, e pelo Diretor Técnico do HC, Dr. Rilton Morais, o procurador-chefe e os promotores conheceram de perto a grande e moderna reestruturação administrativa, financeira e assistencial que o Cirurgia vem passando desde o início da Intervenção Judicial em novembro de 2018, percorrendo unidades de internamento (enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva), a Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), entre outros setores.

Em quatro anos e oito meses de Intervenção Judicial, o Cirurgia passou por diversas obras estruturais, adquiriu novos equipamentos (a exemplo de um novo acelerador linear para radioterapia, uma ressonância magnética, um microscópio cirúrgico e um segundo tomógrafo), bem como fortaleceu as equipes de profissionais, adotando processos e fluxos dinâmicos e eficazes, e primando sempre a segurança do paciente.

Início da intervenção

A pedido do Ministério Público de Sergipe, por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Promotoria de Justiça do Terceiro Setor, o Poder Judiciário Sergipano determinou o afastamento da Mesa Diretora do Hospital Cirurgia e decretou Intervenção Judicial no HC em novembro de 2018.

Na mesma ocasião, o MPSE indicou e a Justiça Sergipana nomeou a enfermeira Márcia Guimarães – que, até então, era co-gestora do Cirurgia – para assumir a função de interventora judicial do hospital, cargo este que ocupa até hoje.

Instituição parceira

O procurador-chefe do MPSE, bem como os promotores que o acompanharam na visita, ficaram impressionados com a estrutura atual que o HC oferece aos pacientes assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e elogiaram a atual gestão do hospital.

 

Já o Diretor Técnico do HC classificou como positiva a visita do MPSE. “O Ministério Público Estadual é um parceiro do Cirurgia e tem uma grande participação na transformação que esta instituição hospitalar passou nos últimos quatro anos graças à Intervenção Judicial, que é liderada pela enfermeira Márcia. Então, ouvir elogios de representantes do MP, após ver de perto as melhorias do hospital, é muito gratificante”, afirmou Dr. Rilton Morais.

“A luta pela sobrevivência do Hospital de Cirurgia é de todos os sergipanos. Que nunca mais o hospital retorne ao caos do passado”, finalizou Dr. Rilton Morais.

Por: Assessoria de Imprensa HC

admin

admin

Deixe uma resposta