INVASÃO HACKER NA CBF COMPROMETE SISTEMAS E RESULTA EM FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou ter sido vítima de um ataque cibernético na noite de sexta-feira, 1º, que afetou seu sistema de dados. A entidade, apesar de possuir “robustos mecanismos de proteção de dados”, identificou uma possível invasão criminosa que levou à subtração e falsificação de documentos importantes. A CBF destacou que essa ação não só resultou em furto de informações, mas também em sua adulteração, constituindo violações graves conforme os artigos 154-A e 299 do Código Penal.

 

A CBF enfatizou a seriedade do ocorrido e informou que já está colaborando com as autoridades policiais para assegurar que todas as medidas legais sejam tomadas. A legislação brasileira pune rigorosamente o furto, a falsificação e o uso indevido de documentos privados.

 

Reafirmando seu compromisso com a segurança dos dados, a CBF assegura que está trabalhando ativamente na resolução deste incidente. A entidade também salientou que está em constante revisão e fortalecimento de seus protocolos de segurança cibernética para prevenir futuras ocorrências e assegurar a proteção eficaz de seus sistemas.

 

 

Por: Hora Brasília

Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta