SALÁRIO MÍNIMO PAULISTA 2023: VEJA O VALOR E QUANDO COMEÇA A SER PAGO

Reajuste acima da inflação foi proposto pelo governador Tarcísio de Freitas

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o projeto de lei, de autoria do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), reajustando o salário mínimo paulista para R$ 1.550.

Na véspera do último dia 1º de maio, o governador anunciou o reajuste e que encaminharia o projeto de lei prevendo aumento maior que a inflação acumulada.

A votação dos deputados e deputadas paulistas foi realizada no último dia 10 de maio, em caráter de urgência. Entre as 14 sugestões de emendas, os parlamentares acrescentaram a profissão de cuidador de idosos como uma das contempladas pelo novo valor.

O salário mínimo paulista tinha duas faixas de remuneração: R$ 1.284 e R$ 1.306. Agora, a faixa única ficou em R$ 1.550, representando um aumento de 20,7 e 18,7%, respectivamente. A inflação acumulada nos últimos 12 meses ficou em 4,65%.

Com a aprovação legislativa, o texto agora aguarda sanção do chefe do Executivo paulista. A expectativa é que a lei seja publicada no Diário Oficial até o fim do mês de maio, passando a valer a partir do dia 1º do mês subsequente — no caso, junho.

No dia 1º de maio, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou a publicação da Medida Provisória (MP) que reajustou o salário mínimo nacional, com o valor passando de R$ 1.302 para R$1.320.

Em São Paulo, a remuneração mínima no Estado é regida pela lei 12.640, de 2007, e serve como base para profissionais sem piso salarial definido por lei ou convenção coletiva.

 

Fonte: Valor Econômico

EmSergipe

EmSergipe

Deixe uma resposta