SELEÇÃO JOGARÁ COM UNIFORME PRETO PELA 1ª VEZ NA HISTÓRIA

Iniciativa faz parte de uma série de ações da CBF contra o racismo
A Seleção Brasileira entrará em campo em Barcelona, no sábado (17), contra Guiné, com um uniforme todo preto, fato inédito em 109 anos de história. O primeiro jogo da equipe foi em 1914, no qual seus jogadores usaram camisas e calções brancos.

A iniciativa faz parte de uma série de ações organizadas pela CBF com o objetivo de combate ao racismo.

Para o presidente Ednaldo Rodrigues, que é o primeiro negro e nordestino no comando da entidade, o futebol tem o poder de pavimentar caminhos que exaltem a tolerância e o respeito entre as pessoas.

No aniversário da CBF, Ednaldo Rodrigues celebra avanços da entidadeNo aniversário da CBF, Ednaldo Rodrigues celebra avanços da entidade
Créditos: Thais Magalhães/CBF

“Desde o primeiro dia do meu mandato, essa questão é prioritária. Fizemos um seminário para tratar do tema, criamos um grupo de trabalho com 60 pessoas que se reúnem periodicamente para avançar em discussões e propostas”, disse Ednaldo, que destacou uma das últimas medidas da CBF na luta contra o racismo.

“Somos a única federação de futebol do mundo que criou um dispositivo que prevê a perda de pontos por causa de atos de racismo. Isso está no texto do Registro Geral de Competições da CBF.”

Camisa preta da Seleção Brasileira faz parte de ação da CBF contra o racismoCamisa preta da Seleção Brasileira faz parte de ação da CBF contra o racismo
Créditos: Joilson Marconne/CBF

O tradicional uniforme da Seleção, com camisa amarela e calções azuis, foi adotado a partir de 1952. Portanto, há 71 anos.

Nesse sábado (17), durante o primeiro tempo, todos os jogadores da Seleção vestirão preto. A equipe voltará a campo após o intervalo com a camisa amarela, que também vai ter uma alusão à luta contra o racismo.

Fonte: CBF

admin

admin

Deixe uma resposta