SEMMA LEVA O PROJETO COLORIDO DA GENTE PARA ESCOLA MUNICIPAL, NA PIABETA

Projeto foi aprovado para ser apresentado no 12° Congresso Mundial de Educação Ambiental, nos Emirados Árabes

 

O projeto ‘Colorido da Gente – uma visão de seletividade, criatividade e sustentabilidade coletiva’ chegou à Escola Municipal Elisa Teles, localizada na Piabeta. Criado e implementado em 2021 pela Prefeitura de Socorro, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), o Colorido da Gente busca trabalhar com a comunidade escolar a conscientização para minimizar a disposição irregular de resíduos sólidos e envolver, principalmente, os alunos na destinação desse material para a cultura e arte.

De forma lúdica, os técnicos da Fundação Brasil Ecoar desenvolveram atividades e jogos interativos para chamar a atenção dos pequenos sobre a importância da educação ambiental e os efeitos negativos da ação do homem. “O colorido da gente é um projeto contínuo da secretaria, que vem trabalhando a importância da reciclagem, de reduzir o lixo, a importância de trabalhar com as crianças para que eles cresçam com consciência ambiental”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Samir Felipe.

 

De acordo com a Semma, desde a sua efetivação, o projeto foi desenvolvido para cerca de 7000 (sete mil) alunos de 20 unidades escolares. O resultado de toda a dedicação dos servidores da Semma e dos técnicos da Fundação Brasil Ecoar, na execução do Colorido da Gente, superou todas as expectativas. Em julho, o projeto foi escolhido para ser apresentado no 12° Congresso Mundial de Educação Ambiental, marcado para ocorrer entre 29 de janeiro e 02 de fevereiro de 2024, em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes.

“Esse projeto já foi premiado ano passado pelo selo ODS das Nações Unidas e dessa vez nós o inscrevemos no Congresso Mundial de Educação Ambiental. A gente submeteu o Colorido da Gente, idealizado e realizado dentro da secretaria e do município, com recursos próprios, e nós tivemos esse projeto aprovado para apresentar no congresso. Temos que mostrar as agendas positivas do município e Socorro possui alguns problemas na área ambiental que, inclusive, podem ser evitadas pela própria população”, detalhou Samir.

 

A pequena Júlia, aluna do 3° ano, ficou encantada com as apresentações e garantiu que aprendeu bastante com o projeto. “Eu aprendi que temos que pegar os lixos e jogar no lugar certo, cuidar das plantas. Foi muito bom. Eu aprendi muito e ainda ganhei da minha amiga no jogo”, disse Júlia.


Fonte: Secom

admin

admin

Deixe uma resposta