SENAC PARTICIPA DA SEMANA DA SERGIPANIDADE COM OFICINAS E AULA SHOW GRATUITAS

O evento é uma iniciativa do Sistema Fecomércio, Governo do Estado, Prefeitura de Aracaju e Abrasel

Com o objetivo de promover a cultura e a gastronomia sergipana, o  Sistema Fecomércio, por meio do Conselho Empresarial de Turismo de Sergipe (Cetur), Governo do Estado, Prefeitura de Aracaju e Abrasel, promovem, de  23 a 29 de outubro, a Semana da Sergipanidade. O palco da celebração à sergipanidade será a Praça Fausto Cardoso, considerada o coração da cidade de Aracaju.

O Senac, a partir do dia 24, apresenta aulas shows e oferta oficinas gratuitas, sempre de 18h às 21h.

“A Semana da Sergipanidade é um evento que vai celebrar a memória do povo sergipano, dando oportunidade de apresentar toda a cultura, a arte e a diversidade que existe no estado. O Senac dentro deste cenário se faz presente para atender uma demanda crescente que é apresentar o que há de mais relevante no estado de Sergipe em suas diversas atividades, da culinária ao artesanato”, afirma Adalberto Trindade Souto, gerente da Divisão de Educação Profissionalizante (DEP).

Adalberto enfatiza também a influência do aspecto educador do Senac no evento. “O Senac tem essa visão de educar pessoas para o mercado de trabalho. Sendo assim, esse evento é importante para que, junto com os municípios, estado e comunidade sergipana, possamos elevar cada vez mais o espírito empreendedor do nosso povo”, comenta.

A praça, que recebeu uma ambientação de uma mini cidade cenográfica, abrigará apresentações musicais, do folclore sergipano, workshops culinários, exposições de artesanato, espaço kids, entre outros.

Roda de Conversa

A Roda de Conversa “Valorizando a Sergipanidade”, que acontece das 15h30 às 17h, no auditório da Escola do Legislativo.

“A Roda de conversa vai tratar sobre assuntos da sergipanidade. A importância da cultura, das pessoas conhecerem essa riqueza. Professores, pesquisadores e estudiosos sobre o tema participam desse diálogo, a exemplo dos professores Terezinha Oliva, Verônica Maria e Marcos Vinícius. Contaremos também com Ian Silva, criador do dicionário sergipanês “Sergipe Falado”. Será um momento de valorização do que é nosso, entender um pouco mais sobre aspectos culturais, históricos e patrimoniais do estado de Sergipe”, aborda Cristina Feitosa, analista educacional do Núcleo de Desenvolvimento e Implementação Educacional (NDIE) do Senac-SE.

 Oficinas

O Senac vai oferecer oficinas e aulas shows em todos os dias do evento, buscando traduzir a sergipanidade, por meio da gastronomia. Estão sendo disponibilizadas 15 vagas por oficina, as inscrições são gratuitas e já estão disponíveis através do site do Senac.

“As oficinas da sergipanidade trazem o saber fazer tradicional do nosso estado, de forma descontraída, com aulas que possibilitarão o entendimento de todos”, defende a coordenadora técnica dos cursos de gastronomia do Senac-SE, Marta Moreira Aguiar.

Samuel Davi, chef dos Restaurantes do Senac-SE responsável pelas quatro aulas shows que serão ofertadas. Serão disponibilizadas 50 vagas por aula, as inscrições também são gratuitas e podem ser feitas através do site do Senac.

O chef que estará acompanhado da subchefe, Flávia Monteiro, produzirá a entrada e o prato principal. As pessoas que participarem do momento ainda poderão degustar.

“Valorizaremos produtos regionais com as aulas shows. Trazendo insumos que o sergipano costuma consumir diariamente na sua gastronomia, produtos simples de fácil acesso e trabalharemos com pratos fáceis e rápidos, utilizando desde frutas a pratos quentes”, comenta o chef.

Vai Turismo

Vai Turismo é um projeto desenvolvido pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) e Sistema Fecomércio Sergipe, com o objetivo de captar o turismo para o estado de Sergipe. Buscando aproveitar ao máximo as capacidades da localidade, beleza natural, gastronomia, comércio, dentre outros. A semana da sergipanidade pretende incorporar aspectos do Vai Turismo no evento através das oficinas.

“Todo este evento estará ligado aos municípios que estão com o Vai Turismo. Nós vamos representar em cada oficina comidas regionais sergipanas típicas dos municípios de Laranjeiras, São Cristóvão, Tobias Barreto e Itabaianinha”, conta o gerente do Centro de Gastronomia e Turismo (CGT) do Senac |SE, José Américo Siqueira.

Confira a programação Senac: Oficinas e Aulas Show

24/10/2023 – 18h às 21h

Abertura das oficinas com aula show do chef de cozinha Samuel Davi com o preparo e degustação da “Moqueca de Camarão Jenner Augusto”, inspirado no prato que tem grande importância para o Restaurante Escola Cacique Chá.

 

OFICINA REISADO: Bolinho de macaxeira e recheio de charque e queijo de coalho.  

As danças folclóricas fazem parte da cultura brasileira, tem várias conotações e estão enraizadas no Sergipano e ligadas a momentos de alegria, trabalho, fartura etc. O bolinho representa toda a produção de mandioca e de queijo de coalho que há no Estado.

 

25/10/2023 – 18h às 21h

OFICINA RICHELIEU: Pastel frito com salada repolho.

Esta oficina representa a arte manual, e nela os alunos terão o contato com a comida de rua que se consome nas praças públicas de Itabaianinha, Lagarto, Tobias Barreto e municípios vizinhos, faz parte da cultura alimentar da região o consumo do “Pastel frito com salada repolho”.

 

26/10/2023 – 18h às 21h

Aula show com Samuel Drinks no preparo do “Drink de Mangaba” que representou Sergipe no evento Gastronomia Preta no Rio de Janeiro. O público poderá degustar do drink e aprender o modo de preparo utilizando a mangaba que é a fruta que representa nosso Estado.

 

OFICINA SAMBA DE COCO: Queijadinha de coco.

Sergipe é o segundo maior produtor de coco, que diariamente é consumido, in natura, o seu leite extraído ou consumindo a sua água. Em São Cristóvão, a Cidade Mãe tem uma gigantesca utilização deste ingrediente, nos preparos de beijus e moquecas, mas o que mais lembra a cidade é a “Queijadinha de coco” que será ensinada no evento.

 

27/10/2023 – 18h às 21h

 

OFICINA LAMBE SUJO: Caldinho de feijoada.

Esta manifestação cultural simula uma batalha entre dois grupos, que representam índios e escravos, nesta manifestação ambos saem pelas ruas tocando instrumentos até o final da tarde onde se encontram e acontece a batalha, neste dia é servida uma feijoada saborosíssima, o encontro acontece anualmente no município de Laranjeiras e na oficina os alunos vão aprender um “Caldinho de feijoada”, e poderão degustar do sabor que é servido na feijoada do Lambe sujo.

 

28/10/2023 – 18h às 21h

Aula show com Samuel Drinks, “Preparo de Drink refrescante à base de coco”, o uso do coco.

Para se inscrever, clique aqui.

 

OFICINA INFANTIL: Pipoca doce.

Preparo de “Pipoca doce”, essa oficina promete fazer com que as crianças revivam os momentos de alegria que seus pais e avós viveram anos atrás nas  manifestações religiosas que aconteciam na praça Olímpio Campos, conhecida como  praça da catedral, marcada por muitas brincadeiras, parque de diversão com a presença inesquecível do carrossel, muita pipoca doce comidas das mais variadas.

 

29/10/2023 – 18h às 21h

Finalização com aula show do chef de cozinha Samuel Davi com o preparo e degustação da “Moqueca de Aratu na palha” esse prato é encontrado em toda região litorânea de Sergipe, utiliza técnicas de preparo ancestrais que foram passadas de geração pra geração.

Inscrições:

https://www.se.senac.br/semanadasergipanidade

Senac/SE
Redação EmSergipe

Redação EmSergipe

Deixe uma resposta