SETOR DE SERVIÇOS EM SERGIPE CAI 2,3% EM JUNHO, MAS FECHA O PRIMEIRO SEMESTRE COM ALTA DE 8,9%

Em junho, o setor de serviços em Sergipe registrou queda de 2,3% frente ao mês anterior, na série com ajuste sazonal. Em relação ao mesmo período de 2022, houve crescimento de 10,3%. No acumulado no ano, com base em igual período do ano anterior, o acréscimo foi de 8,9% e, nos últimos 12 meses, de 6,7%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgados ontem (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e analisados pelo Observatório de Sergipe.

📍 Receita Nominal

Em junho, a receita nominal caiu 2,6% em relação a maio. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 10,0%. O acumulado no ano apontou aumento de 11,6% e, nos últimos 12 meses, de 12,4%.

🇧🇷 Cenário Nacional

O volume de serviços no mês de junho avançou em 16 das 27 unidades da federação frente ao mês anterior. O volume de serviços no Brasil variou 0,2%, na série com ajuste sazonal. Roraima (7,2%), Paraíba (3,2%) e Distrito Federal (2,9%) se destacaram com a maior variação positiva. Por outro lado, Amapá (-3,3%), Rio de Janeiro (-2,4%) e Sergipe (-2,3%) apresentaram as maiores quedas.

No acumulado de 12 meses, frente a igual período do ano anterior, o avanço do volume de serviços no Brasil (6,2%) se deu em 26 das 27 unidades da federação. Mato Grosso (15,5%) se destacou com a maior variação positiva, seguida de Tocantins (14,2%) e Paraíba (13,0%). Contrariamente, Mato Grosso do Sul (-1,3%) foi o único a apresentar variação negativa. Sergipe ficou com a 16ª maior variação.

Fonte: PMS/IBGE

Publicação completa: PMS – junho de 2023

admin

admin

Deixe uma resposta