Tesla reduz estimativas de alcance após reclamações de exagero

A Tesla diminuiu as estimativas de alcance de veículos elétricos (EVs) das linhas Model Y, S e X – em alguns casos, a redução chegou a 6%. Mas a empresa de Elon Musk alterou os números apenas nos Estados Unidos. No Reino Unido e União Europeia, por exemplo, as estimativas não mudaram.

Para quem tem pressa:

  • A Tesla diminuiu as estimativas de alcance para carros das linhas Model Y, S e X em até 6% na sua página nos EUA, enquanto as estimativas para o Reino Unido e União Europeia continuam iguais;
  • As reduções de alcance afetam especificamente as versões Performance e Long Range do Model Y, bem como as versões Plaid do Model X e Model S; modelos como Cybertruck e Model 3 não tiveram alterações;
  • Até a publicação desta nota, a empresa de Elon Musk não tinha explicado o motivo da diminuição das estimativas de alcance dos EVs em questão;
  • Especulações incluem melhorias no conforto e funcionalidade que aumentam o consumo de energia e a adoção de métodos de teste revisados da Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA;
  • A Tesla tem histórico de superestimar alcance em EVs, o que levou a críticas e investigações por parte de agências reguladoras, como a EPA e o Departamento de Justiça (DOJ) dos EUA.

Outras estimativas de alcance que não mudaram foram as relacionadas às linhas Cybertruck, Model 3 e Model Y Rear-Wheel Drive. Até a publicação desta nota, a Tesla não tinha explicado porque diminuiu os números nos EUA, segundo o site Electrek.

Leia mais:

Novas estimativas de alcance da Tesla

Área de fábrica da Tesla
(Imagem: Divulgação/Tesla)

Agora, a página da fabricante estadunidense de carros elétricos exibe os seguintes alcances estimados:

Após revisar documentos internos da empresa, o site Drive Tesla apontou duas explicações para a mudança nas estimativas. A primeira: são “melhorias de conforto e funcionalidade” que exigem mais energia. A outra: a implementação de requisitos de teste revisados da Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA resultam em “maior consumo e uma ligeira diminuição no alcance geral”.

Ao longo dos anos, a Tesla galgou reputação de superestimar os números de alcance dos seus carros elétricos. A EPA alegou que Musk tinha exagerado ao dizer, em 2020, que o Model S Long Range tinha alcance de 645 quilômetros. Em outubro de 2023, o Departamento de Justiça (DOJ) do país começou a investigar os alcances estimados da Tesla após denúncias de inflação intencional.

O post Tesla reduz estimativas de alcance após reclamações de exagero apareceu primeiro em Olhar Digital.

admin

admin

Deixe uma resposta