VEREADOR PASTOR DIEGO ALERTA PARA RISCOS E SITUAÇÃO DE ABANDONO DA ORLA DE ATALAIA

Considerada como um dos principais cartões postais de Aracaju, a Orla de Atalaia encontra-se abandonada e com equipamentos que comprometem a segurança dos visitantes. Diante da situação de descuido, o vereador Pastor Diego (PP) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju nesta quarta-feira, 2, para advertir sobre a ausência de manutenção nos equipamentos públicos da localidade e considera que o ambiente merece “intervenção para já”.

Munido de vídeo e imagens fotográficas, o parlamentar trouxe a público o relato de um pai que quase se desesperou ao perceber que a trave de uma das quadras da orla caiu sobre seu filho pequeno. “A oxidação da base que fez a trave desabar. Graças a Deus, não cedeu batendo na cabeça ou provocando lesões mais graves. Pegou nas mãos, nos pés, ele saiu machucado e não tivemos um acidente fatal. O espaço precisa de reformas, revitalização e quem sabe até de uma intervenção imediata. O que não pode é uma criança correr risco de vida”, endossou.

Além disso, o pastor defende que o município se responsabilize pelo incidente e transtornos gerados à família do jovem. “Não precisa deixar esse caso se judicializar. Seria nobre da parte da prefeitura, da parte da secretaria do governo, entrar em contato com essa família. Procurar saber o estado de saúde do menino e se colocar à disposição para arcar com todos os custos e despesas médicas que essa família teve e está tendo por falha do Poder Público Municipal”, defende.

Na avaliação de Diego, fatalidades desta natureza podem ser evitadas com a devida infraestrutura dos espaços de uso coletivo. “Infelizmente por falta de manutenção, de cuidado e de prevenção quase tivemos uma fatalidade. Nós precisamos urgentemente de uma varredura na Orla de Atalaia, na cidade de Aracaju. Para que as áreas de lazer sejam inspecionadas, tornem-se seguras e nossas crianças possam se divertir. Ter seu momento recreativo com dignidade e segurança”, salientou.

 

Apartes

Diante do exposto, o vereador e arquiteto Breno Garibalde (União Brasil) alertou sobre a importância da conservação e manutenção de espaços urbanos. “A impressão que temos é de que o poder público espera o espaço ter que se acabar para só depois fazer uma reforma ou revitalização. Aracaju está crescendo muito, a gente precisa mudar esse olhar e estruturar muito bem nossos espaços de uso coletivo. Gasta-se muito mais para fazer uma obra do que promover periodicamente uma manutenção”, ressaltou.

Já Ricardo Marques (Cidadania) adverte que outros casos de acidente também repercutiram publicamente e reforçam o “descaso com os espaços públicos”. “Esse não é primeiro caso, recentemente, uma placa ali na Praia dos Artistas, caiu na cabeça do cidadão. Ele se feriu gravemente e precisou receber dez pontos no corte. Houve também a tragédia dos jovens que vieram a óbito, vítimas de afogamento por não ter guarda-vidas na localidade. A orla está dando sinais de que foi esquecida pelo poder público. Ali é um ponto de turismo, como vamos promover acontecendo esses fatos lamentáveis?”, questionou.

Compartilhando da mesma linha de pensamento, os vereadores Sargento Byron (Republicanos), Eduardo Lima (Republicanos) e Vinícius Porto (PDT) somam esforços com Diego para acionar a Emurb e requerer as obras estruturantes no cartão-postal mais frequentado da cidade. “Fica aqui um chamamento urgente, o que não pode é deixar essa situação de abandono se arrastar e colocar a vida do cidadão em risco”, pontuou Byron.

 

Por: Assessoria

admin

admin

Deixe uma resposta