Economia Alexandre de Moraes

Cármen é a mais bem avaliada do STF, seguida por Moraes; Toffoli é o mais rejeitado

A ministra Cármen Lúcia tem a melhor avaliação entre os 11 integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), a mais alta corte do Judiciário brasileiro.

Por Em Sergipe

29/05/2024 às 14:09:35 - Atualizado há

A ministra Cármen Lúcia tem a melhor avaliação entre os 11 integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), a mais alta corte do Judiciário brasileiro. É o que mostra uma pesquisa divulgada pelo instituto AtlasIntel, em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com o levantamento, Cármen é vista positivamente por 40% dos entrevistados. Por outro lado, são 37% os que têm uma imagem negativa da ministra, enquanto 23% não souberam responder.

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Em relação à última pesquisa da série, a avaliação sobre o trabalho de Cármen Lúcia registrou uma ligeira piora – em fevereiro, 48% a aprovavam.

Cármen está no Supremo desde 2006, quando foi indicada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que hoje está novamente no cargo. A magistrada foi presidente da Corte de 2016 a 2018.

O segundo ministro mais bem avaliado da Corte é Alexandre de Moraes, com 38% de menções positivas. Segundo a pesquisa, 44% dos entrevistados veem o ministro de forma negativa, e 19% não opinaram.

Rejeição

A maior rejeição, entre os 11 ministros do Supremo, é a de Dias Toffoli, com 52% de avaliação negativa. O levantamento mostra que apenas 18% dos entrevistados aprovam o trabalho do ministro, enquanto 30% não souberam responder.

Na comparação com o levantamento feito em fevereiro, a queda é expressiva: naquele momento, 28% dos entrevistados tinham uma percepção positiva sobre a atuação de Toffoli.

O segundo ministro mais rejeitado do STF é Gilmar Mendes, o decano da Corte, que aparece com 47% de menções negativas. Seu trabalho é aprovado por 23% dos entrevistados, e 30% não responderam.

Mendes é seguido de perto, em termos de rejeição, por Edson Fachin, com avaliação negativa de 46% e aprovação de apenas 23%.

O atual presidente do STF, Luís Roberto Barroso, é aprovado por 29% dos entrevistados, mas tem uma rejeição de 44%.

Indicados por Lula

Em relação aos dois ministros indicados por Lula ao STF neste seu terceiro mandato, Flávio Dino é aprovado por 36% dos entrevistados e reprovado por 41% (22% não responderam).

Cristiano Zanin, ex-advogado do presidente da República, tem 30% de avaliação positiva e 38% de negativa (32% não souberam responder).

58% reprovam decisão de Toffoli sobre Odebrecht

Ainda de acordo com a pesquisa do AtlasIntel, 58,3% dos entrevistados reprovam a decisão de Dias Toffoli de anular todos os atos da Operação Lava Jato contra o empresário Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht (atual Novonor).

Segundo Toffoli, procuradores da Lava Jato "ignoraram o devido processo legal, o contraditório, a ampla defesa e a própria institucionalidade para garantir seus objetivos". "O que poderia e deveria ter sido feito na forma da lei para combater a corrupção foi realizado de maneira clandestina e ilegal", escreveu o ministro do STF em seu despacho.

O levantamento mostra que 25,8% dos entrevistados disseram apoiar a decisão de Toffoli sobre Odebrecht, enquanto 15,8% não souberam ou não responderam.

Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Em Sergipe

© 2024 2024 - EmSergipe - Todos os direitos reservados
WhatsApp: 79 99864-4575 - e-mail: [email protected]

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Em Sergipe
Garotas em Goiania