Aracaju - Eleições 2024

A luta de Katarina para viabilizar um sonho

"Kassab pareceu impedido de reafirmar sua opção pelo nome de Katarina, e pelo jeito o "bolo", supostamente criado pelo governador, terá que ser degustado sem a "cereja"."

Por Fala Will

17/04/2024 às 05:30:00 - Atualizado há

Acostumada com o embate pertinente aos que atuam na área policial, a deputada federal Katarina Feitoza que coleciona êxitos na atuação como delegada, está enfrentando uma guerra jamais imaginada. A delegada que parece ter facilidade em enfrentar bandidos, está tendo dificuldade no enfrentamento com um homem de bem chamado Edvaldo Nogueira, que na luta para emplacar uma pré-candidatura, tem levado uma vantagem surreal.

Katarina que é deputada federal pelo PSD e apoiou incondicionalmente a campanha que fez Fábio Mitidieri chegar ao governo, não tem o apoio do governador. Enquanto o candidato indicado pelo prefeito Edvaldo Nogueira, que apoiou com ressalva a candidatura do PSD, esse sim tem o aval irrestrito do governador Fábio Mitidieri. O poio de Fábio tem sido declarado em verso e prosa ao nome do PDT, cuja pré-candidatura demonstra dificuldade em se destacar eleitoralmente.

Semana passada, num grande evento festivo do PSD, onde o governador apresentou os diversos candidatos que terá o seu apoio político no pleito de 2024 em diversos municípios silenciou sobre Aracaju. E a deputada enfrentou um discreto constrangimento, visto que o presidente nacional do PSD, que a lançou como pré-candidata, e que destacou que ela seria a "cereja do bolo", Kassab pareceu impedido de reafirmar sua opção pelo nome de Katarina, e pelo jeito o "bolo", supostamente criado pelo governador, terá que ser degustado sem a "cereja".

O episódio deixou alguns eleitores e amigos da deputada Katarina entristecidos e indignados com a usurpação de um direito natural que ela possui. No entendimento de um auxiliar do governo, que já exerceu diversos mandatos eletivos, para fortalecimento da sigla, a delegada Feitoza que é representante do PSD no Congresso Nacional, deveria no mínimo, ter o direito de colocar o nome dela na fase preliminar. Condição que deveria ser ofertada a todos os demais partidos da base governista.

Tornar um compromisso pessoal com Edvaldo, numa situação que transformou o governador em cabo eleitoral de um determinado candidato, está sendo considerado um erro, cujas as consequências são imprevisíveis, mas há uma forte impressão de que haverá, e que não serão boas para o projeto político dele.

Mas se comportando de forma nobre, Katarina engoliu seco, refez a maquiagem e em clima de euforia reapareceu na mídia informando que o nome dela continuava no jogo. No dia seguinte, o governador reapareceu numa providencial entrevista no mesmo programa, e dentro da mesma audiência jogou mais uma vez um balde de água fria na euforia da delegada, ao desenhar que o único jogo no qual ela se encontra, é o de se unir a ele no apoio ao candidato do PDT.

E no momento que a repórter aborda a possibilidade de troca de posição entre os candidatos em razão do fraco desempenho do pré-candidato do PDT, Mitidieri admite o fraco desempenho, mas informa que vai esperar ele incorpar.

Fala Will

© 2024 2024 - EmSergipe - Todos os direitos reservados
WhatsApp: 79 99864-4575 - e-mail: [email protected]

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Fala Will
Garotas em Goiania